Aumentar Libido Feminina – Como Funciona a Terapia com Testosterona

Testosterona para mulheres? Isto é algo que pode pode surpreender, mas as mulheres tal como os homens, utilizam testosterona em várias funções do organismo. Estudos recentes chegaram á conclusão que mulheres com massa muscular e níveis de energia diminuídos têm algo em comum, níveis baixos de testosterona.

Qualquer terapia de testosterona para tratamento de aumento libido em mulheres em fase pré-menopausa ou menopausa deve ser acompanhada por ajuda profissional médica. Especialmente quando administrada a longo prazo. A implementação da terapia costuma consistir na toma de cápsulas, aplicação de cremes, géis ou pensos.

Como Funciona a Testosterona na Mulher

Testosterona é conhecida como um hormônio “masculino”, ou andrógeno e está presente em muitas funções femininas. Pode ser encontrado, em pequenas quantidades, nas glândulas adrenais e ovários. O pico de testosterona na mulher é por voltas dos 20 anos de idade, declinando lentamente com a idade e mais rapidamente a partir dos 45 anos.
O corpo da mulher produz naturalmente pequenas quantidades de testosterona que funcionam em combinação com a produção de estrogênio e outros hormônios.
Quando uma mulher atinge a menopausa, a produção de testosterona e progesterona diminuem, podendo ser substituída por meio de terapia de reposição hormonal.

Quando adotar a terapia de testosterona

Estudos[1] indicam que você não precisar ter níveis anormalmente baixos de testosterona a fim de beneficiar da terapia de testosterona. Certos casos documentados observaram benefícios de baixas doses de testosterona em pacientes em fase de pré-menopausa e menopausa.

Uma pesquisa mais recente indica que o uso prolongado de baixas doses de testosterona em mulheres é provavelmente seguro e não parece aumentar o risco de doença cardiovascular ou câncer[2]. Neste estudo, os únicos efeitos colaterais reportados, quando existiram, foram o ligeiro aumento de pelos e acne.

Riscos

Pesquisas chegaram á conclusão que a terapia com testosterona em mulheres é considerada segura, pois os níveis de testosterona utilizados são bastante baixos. Uma pesquisa mais recente indica que o uso prolongado de baixas doses de testosterona em mulheres é provavelmente seguro e não parece aumentar o risco de doença cardiovascular ou câncer.[1]

Os riscos mais conhecidos da terapia de testosterona em mulheres são:

  • Maior crescimento de pelos, incluindo faciais
  • Acne
  • Dano no fígado
  • Aumento de peso
  • Aumento de pressão sanguínea
  • Risco aumentado de câncer de mama

Vantagens

Para além dos riscos possíveis, também são conhecidas algumas vantagens ligadas á terapia de testosterona em mulheres.

  • Diminuição do risco de osteoporose
  • Possível retardar de desenvolvimento da doença de Alzheimer
  • Diminuição do risco de doença cardíaca

Referências

[1] http://www.ncbi.nlm.nih.gov/pubmed/19424093
[2] http://onlinelibrary.wiley.com/doi/10.1111/j.1743-6109.2011.02634.x/abstract

Remédios Naturais
RemédiosNaturais.info é uma publicação online de autores profissionais de saúde, nutricionistas e técnicos especialistas de diversas áreas de saúde.

Este Artigo Informativo Não Substitui o Aconselhamento Médico. Consulte Sempre Ajuda Profissional de Saúde Nas Suas Decisões