Como Eliminar Toxina Com Alimento Diurético

    29
    173
    Os espargos facilita a eliminação de oxalatos e fosfatos juntamente com a urina que são um dos principais causadores das areias e das pedras nos rins.
    Os espargos facilita a eliminação de oxalatos e fosfatos juntamente com a urina que são um dos principais causadores das areias e das pedras nos rins.

    Várias patologias podem ser tratadas com sucesso com o alimento diurético certo. Veja as principais opções aqui.
    Um diurético tem a capacidade de aumentar o volume de urina produzida nos rins. Existem várias plantas com propriedade diurética que não só aumentam a eliminação de água através da urina, como favorecem a eliminação de diversas substâncias indesejáveis através da urina.
    É importante uma eliminação eficaz destes tipos de substâncias pois podem ajudar no tratamento de várias doenças como hipertensão arterial, glaucoma, insuficiência hepática, insuficiência cardíaca, diabetes, hipercalcemia ou edema cerebral.
    Certas patologias surgem ou se podem agravar por ação do acumular de certas substâncias no organismo. Tal é o caso da hipertensão arterial, que se pode agravar com a presença de grandes quantidades de sal no organismo.

    As plantas podem ser utilizadas como diurético, consoante a substância a eliminar, sendo divididas em 5 tipos diferentes de plantas:

    • Planta Natriurética

    Plantas com esta propriedade facilitam a eliminação de sais de sódio (sal comum). São plantas ricas em potássio e se recomendam no tratamento de patologias como hipertensão arterial, edemas, afeção cardíaca ou em tratamentos de emagrecimento.

    Para aproveitar as propriedades terapêuticas das plantas natriurética pode aumentar o consumo ou fazer uma infusão (chá) de:

    Alcachofra, Ananás, Arenária, Bardana, Bico-de-cegonha, Borragem, Calaguala, Cardo-penteador, Cavalinha, Cebola, Cenoura, Espargo, Feijoeiro, Fumária, Freixo, Gatunha, Grama-francesa, Macieira, Milho, Ortossifão, Parietária, Piteira, Quaresmas, Visco-Branco.

    • Planta Clorúrica

    Este tipo de planta aumentam a eliminação de água e de diversos cloretos como cloreto de sódio, de potássio ou amónio. As plantas que têm esta propriedade são diurético de uso geral.

    Para aproveitar as propriedades terapêuticas das plantas natriurética pode aumentar o consumo ou fazer uma infusão (chá) de:

    Aipo, Aljôfar, Alquenquenje, Ananás, Aspérula-odorífera, Azevinho, Bétula, Bico-de-cegonha, Borragem, Calaguala, Cefeeiro, Cerejeira, Choupo-negro, Cipreste, Dente-de-leão, Énula, Erva-coalheira, Espargo, Freixo, Gatunha, Giesta, Gilbarbeira, Grama-francesa, Granza, Milho, Parietária, Sabugueiro, Salsa, Urze, Ulmeira, Uva-ursina, Vara-de-ouro.

    • Planta Uricosúrica

    A planta Uricosúrica atua ao eliminar o ácido úrico na urina. Muitas destas plantas, são utilizadas como purificadores em casos de gota ou artritismo (reumatismo de origem úrica).

    Para aproveitar as propriedades terapêuticas da planta natriurética pode aumentar o consumo ou fazer uma infusão (chá) de:

    Alquequenje, Arenária, Bardana, Bétula, Borragem, Calaguala, Cavalinha, Cerejeira, Choupo-negro, Dente-de-leão, Cana, Cardo-penteador, Cardo-santo, Erigerão, Feijoeiro, Freixo, Gilbardeira, Groselheira-espim, Granza, Guaiaco, Harpagófito, Milho, Morangueiro, Piteira, Quaresmas, Ulmeira, Urtiga-Maior, Sabugueiro, Salsaparrilha-bastarda, Zimbro.

    • Planta Diurética Ureica

    Estas plantas facilitam especialmente a eliminação de ureia, que juntamente com o ácido úrico, é um dos resíduos tóxicos do metabolismo das proteínas. A planta diurética se usa sobretudo quando existe um certo grau de insuficiência renal, que se traduz numa incapacidade do rim para eliminar os resíduos tóxicos do metabolismo.

    Para aproveitar as propriedades terapêuticas das plantas natriurética pode aumentar o consumo ou fazer uma infusão (chá) de:

    Alquequenje, Barosma, Borragem, Cana, Granza, Milho, Quaresmas, Sabugueiro, Salsaparrilha-bastarda, Vara-de-ouro.

    Os espargos facilita a eliminação de oxalatos e fosfatos juntamente com a urina que são um dos principais causadores das areias e das pedras nos rins.
    Imagem de H. Zell / CC Os espargos facilitam a eliminação de oxalatos e fosfatos juntamente com a urina que são um dos principais causadores das areias e pedras nos rins.

    • Planta Oxálica e Fosfatúrica

    Por fim, a planta oxálica e fosfatúrica facilita a eliminação de oxalatos e fosfatos juntamente com a urina. Estes sais devem de ser eliminados pois são os principais causadores das areias e das pedras nos rins.

    Para aproveitar as propriedades terapêuticas das plantas natriurética pode aumentar o consumo ou fazer uma infusão (chá) de:

    Alcachofra, Azevinho, Bétula, Cardo-corretor, Énula, Espargo, Ortossifão, Pilosela, Salsaparrilha-bastarda, Vara-de-ouro.

    FONTE:

    Jorge D. Pamplona Roger. Enciclopedia de las plantas medicinales. Madrid: Editorial Safeliz; 1997

    29 COMENTÁRIOS

    1. Aprendi com a minha avó a usar plantas medicinais, realmente a natureza possui excelentes remédios naturais. Busco ter sempre mais informações! Obrigado por dividir seu conhecimento.

    2. Para eliminar a Nicotina, acredito ser necessário parar de usar e depois tomar remédio para nunca mais querer esse mal.

    3. Olá Joana, muito obrigada pelo artigo. Há alguns anos eu fui estudar no exterior e devido ao tempo corrido entre a universidade e o trabalho não me alimentava direito. O que me ocasiona hoje grandes problemas de saúde. Espero sinceramente que suas recomendações me ajudem pois sei o poder dos produtos naturais.

    4. Realmente nosso país é rico em ervas medicinais, mas precisamos estudar mais sobre elas, no geral o conteúdo abordado acima é um excelente exemplo dico como devemos conhecer melhor a riqueza que nos cercam!
      Obrigado Joana, por compartilhar.

    5. Fantástico o poder da natureza e dos alimentos, devemos valorizar mais os tratamentos naturais que geralmente ficam em segundo plano.

      Parabéns, excelente artigo!

    6. Muitas dessas plantas, conheço por outros nomes, e não pelo nome cientifico, gostaria de saber se elas são conhecidas por outros nomes.

    7. Artigo de excelente qualidade está de parabéns. Na nossa região são comum todas essas doenças citadas no artigo, no entanto existem tantas plantas diuréticas algumas até típicas da nossa região que eu mesmo não sabia que tinha tanto poder de cura.

    8. Excelente sua página e seus artigos !! Eu nem conhecia todas essas plantas diuréticas citadas no artigo, tenho constantemente areias nas vias urinárias e já tive algumas maiores – pedras. não sabia que o chá de espargos poderia ajudar a eliminar essas areias.

    9. Eu Hermínia gostaria que me dissessem o que devo fazer para eliminar a nicotina do organismo. Obrigado

    DEIXE UMA RESPOSTA

    Please enter your comment!
    Please enter your name here