Remédios Naturais para Hipertensão

Mudanças de estilos de vida e remédios naturais podem ajudar a controlar a pressão arterial elevada. A pressão arterial alta ao longo do tempo pode causar lesões internas no corpo e aumentar o risco de acidente cardíaco, derrame cerebral, doença renal e perda da visão.

Confira de seguida quais os nutrientes que pode usar para prevenir e tratar a hipertensão.

Remédios Naturais para Hipertensão

Coenzima Q10 (CoQ10)
Estudos recentes chegaram à conclusão que o suplemento nutricional rico em coenzimas Q10 pode ajudar a reduzir a pressão arterial elevada.
Um estudo realizado em 83 pessoas com hipertensão sistólica chegou á conclusão que o aumento do consumo da coenzima Q10 (60 mg duas vezes ao dia) durante 12 semanas, reduziu a pressão arterial sistólica em 17,8 mm Hg em média.
Outro estudo realizado na Universidade da Austrália Ocidental analisou o efeito da coenzima Q10 sobre a pressão arterial e controle glicêmico em 74 pessoas com diabetes tipo 2. Os participantes foram aleatoriamente designados para receber CoQ10 (100mg) duas vezes por dia, o que reduziu significativamente a pressão sanguínea sistólica e diastólica (redução média 6,1 mm Hg e 2,9 mm Hg, respectivamente). Houve também uma redução da HbA1c, um marcador de longo prazo do controle glicêmico.

Pressão Arterial

Medir Pressão Arterial


Alho
3 estudos de tratamento com alho mostraram uma redução significativa na pressão arterial sistólica e na pressão arterial diastólica. Pesquisadores concluíram que o suplemento de alho em pó pode ser utilizado clínicamente em pacientes com hipertensão ligeira.
O alho dilui o sangue (reduz a capacidade de coagulação do sangue), e pode ainda interagir com muitos medicamentos e suplementos, como o Coumadin (varfarina) ou Trental (pentoxifilina), aspirina, vitamina E e gingko.

Como medida de segurança, é recomendado que descontinue o consumo de alho na semana antes e depois de qualquer tipo de cirurgia, devido ás propriedades do alho na coagulação do sangue.

Tratamento de Hipertensão

Tratamento de Hipertensão


Erva Espinheiro-alvar (Hawthorn)
A erva espinheiro-alvar é frequentemente utilizada por terapeutas tradicionais e de plantas medicinais para tratar a pressão arterial elevada.
Em um estudo randomizado controlado realizado por pesquisadores em Reading, no Reino Unido, 79 pacientes com diabetes tipo 2 receberam 1200 mg de extrato desta erva durante 16 semanas. No final do estudo, os pacientes que tomaram o suplemento tiveram uma redução significativa na pressão arterial diastólica mmHg.

Óleo de Peixe
Estudos sugerem que o óleo de peixe pode ter um efeito modesto sobre a pressão arterial elevada. Os suplementos de óleo de peixe contêm muitas vezes DHA (ácido docosaexaenoico) e EPA (ácido eicosapentaenoico). Existem alguns indícios de que o DHA é um ingrediente que reduz a pressão arterial elevada.
Ácido fólico
O folato é uma vitamina B necessária para a formação de células vermelhas do sangue. O folato ajuda a baixar a pressão arterial elevada em alguns casos, possivelmente reduzindo a níveis elevados de homocisteína.
Um pequeno estudo de 24 fumantes verificou que quatro semanas de suplementação com ácido fólico reduziu significativamente a pressão sanguínea. O ácido fólico, abundante no espinafre, é também conhecido por prevenir e reduzir a pressão arterial alta ou hipertensão. Folato reduz os níveis de homocisteína, um componente do sangue e marcador de inflamação que pode danificar os vasos sanguíneos. O folato também pode ajudar a relaxar os vasos sanguíneos, melhorando o fluxo de sangue (American Heart Association’s High Blood Pressure Research Conference, 2004).

Dieta

Alterar a dieta é o passo mais importante que pode tomar na prevenção e tratamento de pressão arterial elevada.
Deve aumentar o consumo de vegetais, nomeadamente frutas e verduras, ou seja, alimentos com baixo teor de gordura como feijão e nozes. E acima de tudo, limite o sódio (sal) a um máximo de 2.400 mg por dia.

Cálcio, Magnésio e Potássio
A suplementação de cálcio parece ter uma redução modesta, mas estatisticamente significativa, sobre a pressão arterial sistólica (diferença média de 2,5 mm Hg).
Potássio. Um estudo clinico indica que a suplementação de potássio, em comparação com um grupo de controle, resultou numa grande, mas não estatisticamente significativa, redução da pressão arterial sistólica (diferença média de 11,2 mm Hg) e pressão arterial diastólica (mm Hg 5,0).

Dietas ricas em potássio são a primeira linha eficaz de defesa na prevenção e tratamento da pressão arterial alta (hipertensão). Sais de potássio são comumente recomendados como substituto de cloreto de sódio (sal de cozinha) para pessoas em situação de risco ou que sofrem de pressão arterial alta. O Potássio reduz a pressão arterial e o sódio aumenta a pressão arterial.

Magnésio Em 12 estudos randomizados controlados, os participantes recebem suplementos de magnésio não tiveram uma redução significativa na pressão arterial sistólica, mas tiveram uma redução estatisticamente significativa na pressão arterial diastólica (diferença média 2,2 mm Hg).

Ervas e Suplementos a Evitar. (Potenciais causadores de pressão alta)
Alcaçuz
Ephedra
Asian Ginseng
Óleo essencial de alecrim

Quem leu este artigo tambem gostou de:
Hipertensão-Tabela de valores de pressão arterial
Remédios naturais para a hipertensão
Tratamento tensão arterial alta

Sobre o Autor

Remédios Naturais

RemédiosNaturais.info é uma publicação online de autores profissionais de saúde, nutricionistas e técnicos especialistas de diversas áreas de saúde.