O Que São e Como Tratar Alergias

Uma alergia é uma reação do organismo a determinado agente externo.
Uma alergia pode aparecer em qualquer altura. Tanto pode aparecer por efeito de poeiras, como por ação de pólen libertados por plantas em certas alturas do ano.
Muitas vezes os invasores não são propriamente vírus ou bactérias malignos, mas antes substâncias relativamente inofensivas como o pólen e a poeira já referenciados, mas também mofo, ou ácaros que vivem em tapetes, roupas e lençóis,

Estas substância podem no entanto ser temporariamente entendidas como ameaças reais, causando uma reação do sistema imunológico.
A alergia é portanto uma reação do sistema imunológico que liberta histamina, uma substância química que o corpo liberta na luta contra invasores microbianos para proteger o organismo. A libertação de histamina pode causar espirros, irritações dérmicas ou outros sintomas associados.

Certas pessoas são mais sensíveis do que outras aos efeitos de poeiras e polens, mas isso só significa que o seu sistema imunológico é mais sensível na reação destes invasores flutuantes.

A Febre dos fenos é outro dos exemplos comuns de alergia, neste caso desencadeada por pólen.

O tratamento médico normal para fazer face a alergias consiste em tomar descongestionantes e anti-histamínicos. Os descongestionantes abrem e limpam as fossas nasais, e os anti-histamínicos suprimem a libertação de histamina no corpo. Estas duas abordagens funcionam bem para algumas pessoas, mas não têm em conta fatores como impossibilidade de tomar certa medicação, ou efeitos secundários que podem causar como: insônia, aumento da pressão arterial e sonolência. Além disso, ambos podem perder a eficácia com o tempo, ou favorecer, de acordo com alguns especialistas, o enfraquecimento do sistema imunológico.

Mais informação sobre anti-histamínicos naturais.

Tratamento Natural Para Alergias

Trate sua Alergia Naturalmente

Trate sua Alergia Naturalmente

  • Eufrásia

Esta planta é principalmente indicada para tratamento de conjuntivite, pois alivia a inflamação. Tem propriedades descongestionantes, sendo por isso ótima em casos de congestão nasal, febre dos fenos e sinusite.

  • Sabugueiro

As flores de sabugueiro têm propriedades descongestionantes, úteis em caso de rinite alérgica, conjuntivite e asma.

Oferta da Semana 300x250
  • Alho e Cebola

O alho e a cebola são conhecidos pelas suas propriedades anti virais. São no entanto as suas propriedades que estimulam o reforço do sistema imunológico que tornam o alho e a cebola um meio eficaz no tratamento de alergias. Caso ache o cheiro do alho muito pungente, pode optar por suplemento de alho em pó.

Deve ter em atenção em relação ao alho, pois algumas pessoas podem ter reações alérgicas a este alimento. Os sintomas mais comuns de alergia ao alho, como sejam perturbações gastrointestinais, erupções cutâneas com comichão, nariz entupido ou tosse.

  • Ginkgo (Ginkgo biloba)

O extrato de folhas da árvore ginkgo contém várias substâncias únicas que interferem com o normal processo que desencadeia alergias, asma e inflamações. Experimente chá de Ginkgo biloba. Grandes quantidades de ginkgo pode, causar diarreia e irritabilidade.

  • Urtigas (Urtica dioica)

Algumas pesquisas mostram que urticáceas podem efetivamente tratar sintomas alérgicos nasais. Na primavera é comum desenterrar raízes de urtigas para tratar a febre do feno e para ajudar a aliviar os sintomas alérgicos. Durante séculos, culturas de todo o mundo têm usado esta erva para tratar dificuldades respiratórias nasais como tosse, secreção nasal, asma, e até mesmo tuberculose.

  • Camomila (Matricaria recutita)

A ciência da Aromaterapia recomendam preparados de camomila para tratar as alergias da pele, como urticária e prurido. Certos compostos contidos nesta erva contém propriedades anti-inflamatórias e antialérgicas. Existem também cremes de camomila que contêm óleos essenciais de camomila em muitas lojas de produtos naturais. A Camomila pode desencadear reações alérgicas, embora sejam extremamente raras. A primeira vez que usar camomila, deve aplicá-la localmente na pele em pouca quantidade, para testar possíveis reações adversas na pele. Se o contato com a pele resultar sintomas de comichão ou irritação cutânea deve descontinuar o uso.

  • Vitamina C.

Cerca de 40 estudos científicos mostraram que pessoas que tomaram vitamina C regularmente tinham menos problemas alérgicos, infecções respiratórias ou asma. A vitamina C é um poderoso anti-histamínico natural sem efeitos secundários conhecidos. Convém não exagerar na dose de vitamina C, pois o excesso (mais do que 1.200 miligramas/ dia) pode causar diarreia.

Este Artigo Informativo Não Substitui o Aconselhamento Médico. Consulte Sempre Ajuda Profissional de Saúde Nas Suas Decisões

Sobre o Autor

Remédios Naturais

RemédiosNaturais.info é uma publicação online de autores profissionais de saúde, nutricionistas e técnicos especialistas de diversas áreas de saúde.