4 causas e soluções para libido feminina diminuída

A libido feminina flutua ao longo do tempo, o que deixa muitas mulheres se perguntando o que está acontecendo com a seu desejo.
A flutuação é de acordo com eventos importantes na vida da mulher, seja uma mudança emocional, o início ou fim de um relacionamento, mudanças hormonais que acontecem com a gravidez, menopausa ou qualquer outra situação de saúde.

Resultado disso, a intensidade de libido ao longo da vida de uma mulher pode flutuar muito mais do que acontece com os homens. Os altos e baixos podem então ser normais e o desejo perdido pode, na maior parte das vezes, ser recuperado. Grande parte destes sintomas podem acontecer entre os 40 e os 60 anos de idade, mas existem também casos de mulheres em seus 30s sentindo problemas relacionados com a libido.

Se você está com libido diminuída, isso é um sinal do seu corpo de que algo necessita ser modificado e melhorado. Pode precisar de alterar a sua dieta ou estilo de vida para poder recuperar a sua vitalidade com o seu parceiro.
Vamos então como.

4 principais causas e soluções para libido feminina diminuída

  • 1- Utilização de certa medicação

  • Alguns antidepressivos, anticonvulsivos, tratamento de hipertensão ou até mesmo anti-histamínicos podem causar baixa libido em mulheres.
    Por vezes, casos de depressão coincidem com a menopausa e isso é normal pois as alterações hormonais contribuem para alterações químicas no organismo que alteram a sintonia natural do corpo.

    Para solucionar consulte o seu médico e questione se é possível diminuir a dose do que está tomando para verificar se provoca alterações de desejo. Fazer o teste por algumas semanas para testar se melhora? Talvez outra marca?

  • 2 – Desregulação hormonal

  • Os hormônios são muito importantes em toda a função sexual feminina. Embora as causas da perda de libido sejam complexas e ainda não completamente entendidas pela ciência, sabemos que as alterações dos níveis de estrogênio têm uma relação indireta com a idade. Por isso, com o tempo podem surgir mais sintomas de menor sensibilidade ao toque, maior dificuldade em se excitar ou secura vaginal.
    Solução
    Para combater tudo isso, é muitas vezes efetuada uma terapia para desregulação hormonal que consiste na utilização de hormônios semelhantes aos produzidos pelo corpo em creme ou por via oral. Pergunte no seu médico sobre as soluções existentes. As mais comuns são os cremes para a pele, cremes vaginais ou ainda os as capsulas ou comprimidos. A terapia de reposição hormonal pode não acender totalmente o desejo da maioria das mulheres em que a falta de libido tem outras causas, mas pode fazer aliviar os sintomas de menopausa como as ondas de calor (afrontamentos) e outros sintomas.

    Como alimento, o inhame, que tem a capacidade para equilibrar os níveis do hormônio feminino progesterona. Pode consumir inhame em suco, cru ou em saladas.

  • 3 – Demasiado estresse ou ansiedade

  • Se vive rodeada de estresse, seja por questões profissionais ou pessoais, isso vai diminuir o seu conforto, o que poderá causar tensão com o seu parceiro e aumentar ainda mais o estresse e ansiedade no casal.
    Solução
    Tudo o que possa ajudar a centrar a mente e o corpo pode ser vital para proteger contra estresse e ansiedade. A pratica diária de meditação ou de Ioga está cientificamente provada no aumento do bem estar, conforto, relaxamento, relação social e performance no quarto.
    Deve renovar o foco passando mais tempo com preliminares, tentando novas brincadeiras, massagem ou mudando o ambiente para, como casal, possam fazer algo excitante e inovador que quebre a monotonia.

  • 4 – Frigidez

  • Se você tem frigidez pode haver alguma inadequação de libido.
    Solução
    Consulte o seu médico perguntando:
    Será a minha causa psicológica ou física? Existe algum desregulação hormonal? Posso corrigir faltas nutricionais?
    Se você acha que seu parceiros possa ser pouco atenciosos para a sua dificuldade de desejo? Deve falar com ele e explicar sua situação e se mantenha aberta a novas opções.

Joana Sousa
Tenho uma paixão enorme por temáticas relacionadas com Nutrição, Bem Estar e metodologias naturais. Sou autora de publicações online e Eng. Biomédica de formação. Certifique-se de consultar o seu médico nas suas decisões de saúde.

Este Artigo Informativo Não Substitui o Aconselhamento Médico. Consulte Sempre Ajuda Profissional de Saúde Nas Suas Decisões