Como Aumentar a Líbido Feminina

As causas de libido feminina diminuída podem ter origens físicas ou psicológicas. Causas psicológicas podem incluir fadiga mental, tédio ou depressão, enquanto causas físicas estão relacionadas com estresse, desequilíbrio hormonal (como a menopausa), nutrição deficiente ou fadiga extrema.

Uma libido saudável é sinal de boa saúde, em caso contrario vocề deve buscar os fatores causadores “ouvindo” as reações do seu corpo para saber o que necessita fazer para restaurar sua sensualidade.

Sabendo quais as causas de libido diminuída você estará mais perto de recuperar a sua vida intima normal. Claro que você deve consultar seu médico para uma análise adequada ao seu caso, mas aqui vão algumas dicas essenciais:

O Que Deve Evitar Para Aumentar a Sua Libido

  • Hábitos Pouco Saudáveis
  • Se você fuma, consome bebidas alcoólicas em excesso, consome drogas, toma medicação não vital, costuma andar fatigado devido ao seu trabalho ou tem outros vícios pouco saudáveis, isso pode ter influencia. A solução é bastante obvia e passa por terminar esse/s vicio/s.

  • Alimentos Processados ou Açucares Artificiais
  • As refeições rápidas (fast food), os produtos congelados ou os refrigerantes são alimentos com elevadas quantidade de sódio (sal) e também de açúcar. Estudos recentes chegaram na conclusão que os níveis do hormônio sexual testosterona descem até tanto como 25% depois de consumir açúcar. Quando a testosterona desce, assim também a intensidade intima de tanto homens como mulheres desce.

  • Comida Enlatada e a Utilização de Recipientes de Plástico
  • No interior de todas as latas que conservam alimentos está pequena camada protetora que não deixa o metal corroer chamada de BPA que está relacionada com disfunção erétil e infertilidade.
    Evite ter alimentos tocando em embalagens de plástico. Estudos científicos chegaram à conclusão que o excesso de contaminação por componentes presentes nos plásticos, como é o caso do Bisfenol-A, contribuem para casos de infertilidade e disfunção erétil.
    Também não deve reutilizar garrafas e outras embalagens de plástico pois este liberta cada vez mais dos perigosos componentes químicos com o uso. Mais informações sobre plástico e a saúde.

Possíveis Causas de Libido Feminina Diminuída

  • Doenças cardíacas
  • Vasos sanguíneos pouco fluidos ou entupidos (arteriosclerose)
  • Pressão arterial elevada
  • Diabetes
  • Obesidade
  • Síndrome metabólica, uma condição que envolve aumento da pressão arterial, níveis elevados de insulina, a gordura corporal em torno da cintura e colesterol alto
  • Doença de Parkinson
  • Esclerose múltipla
  • Medicação vária, especialmente antidepressiva
  • Lesões que afetam a medula espinhal
  • Pouca exposição à luz solar
  • Consumo de água deficiente
  • Ligadura de tubo uterino (Laqueação de trompas)

Como Aumentar a Libido Feminina Naturalmente

  • Nutrição
  • A nutrição tem extrema importância.
    A dieta deve consistir de alimentos frescos, nomeadamente fruta, vegetais e frutos secos pois esses alimentos são ricos em vitaminas, minerais e fibras. A dieta deve também ser diversificada para evitar algum tipo de carência nutricional.

  • Ginkgo Biloba
  • O Ginkgo biloba pode ajudar o desejo feminino e diminuir a secura vaginal porque melhora significativamente o fluxo sanguíneo em todo corpo.

  • Ginseng
  • Esta erva pode também ser consumida em chá. Tem sido usada durante séculos na medicina tradicional chinesa para uma série de condições de saúde.

    banner300x250_fm_mapa_foto_mai14
  • L-arginina
  • Este aminoácido pode ajudar a restabelecer momentos íntimos mais intensos. Estudos demonstram ser benéfico porque melhora os efeitos do óxido nítrico, um componente que ajuda a relaxar os vasos sanguíneos facilitando o fluxo de sangue pelo corpo. A L-arginina se encontra em abundância em alimentos ricos em proteína como a carne, laticínios, aves e peixes. Estudos recentes comprovam a eficácia da L-arginina no aumento de intensidade com o parceiro em mulheres, depois ter sido comprovada a eficiência no tratamento de disfunção erétil em homens. O consumo excessivo de L-Arginina pode levar a um aumento de surtos de Herpes, pelo que se sofre desta patologia deve controlar bem os níveis de arginina e lisina no corpo.

  • Yohimbe
  • É derivado da casca da árvore yohimbe Africana que segundo estudos ajuda a combater sintomas de libido feminina. O Yohimbe contém um alcaloide, a ioimbina, que está referenciado no aumento do vigor no quarto. Esta erva, pode ter alguns efeitos colaterais como agitação, ansiedade e insônia.

  • Epimedium
  • Conhecida como erva de cabra córnea, tem sido utilizada na medicina chinesa durante séculos. Pode ajudar a elevar os baixos níveis do hormônio da tireoide e aumentar o desejo.

  • Zinco.
  • O aumentar dos níveis de zinco através da dieta ou suplementos pode melhorar a libido masculina e feminina. O zinco aumenta a produção de testosterona no corpo. Estudos recentes chegaram na conclusão que mulheres com impeto elevado têm algo em comum que é níveis de testosterona elevados.

  • Ácido fólico, vitamina E, Selênio e Vitamina C.
  • A combinação desses nutrientes e os seus efeitos potenciadores tem sido demonstrado em vários estudos recentes.
    A vitamina C é importante para a síntese de hormônios como o estrógeno e progesterona, normalizando a sua função e até a fertilidade. Alimentos ricos em vitamina C incluem laranjas, toranjas , limões, morangos ou kiwi.
    A vitamina E aumenta o fluxo de sangue e os níveis de oxigênio no corpo, estimula a produção de hormônios, é um poderoso antioxidante e anti- envelhecimento contribuindo para manter sua juventude e vitalidade. Alimentos ricos em vitamina E incluem: nozes, aspargos, gema de ovo, batata doce, espinafre ou brócolis.
    O ácido fólico é uma vitamina essencial para a fertilidade. Daí a importância do ácido fólico para mulheres grávidas que também ajuda a prevenir defeitos de nascença e está ligado a um aumento da contagem de esperma nos homens. Alimentos ricos em ácido fólico incluem: abacate, couve de Bruxelas, sementes de girassol, amendoim, amêndoas, nabiças, espargos, beterraba, milho, aipo e cenoura.
    O magnésio ajuda na produção de hormônios como o estrógeno. Este mineral tem propriedades afrodisíacas que podem ajudar no relaxamento e aumento do desejo. Alimentos ricos em Magnésio incluem: trigo, sálvia, manjericão, sementes de abóbora, sementes de abóbora, sementes de melancia, sementes de linhaça, sementes de gergelim, sementes de girassol, nozes, amêndoas e nós brasileira.

  • Planta de Soja
  • Embora alguns estudos sejam pouco conclusivos, o consumo desta planta parece sugerir um aumento de libido feminina devido a um aumento da produção de estrogêneo.

  • Exercício Físico Moderado e Regular
  • Praticar algum tipo de exercício físico regular pode ser uma das mais eficazes terapias naturais para o aumento de libido. O exercício aeróbio, musculação, exercícios de Pilates, ou qualquer outro exercício físico regular que proporcione o bom funcionamento do sistema cardiovascular, irá aumentar a energia e vitalidade geral.
    A prática de exercício físico também promove o aumento do relaxamento quando em repouso e contribui para melhorar a circulação sanguínea em geral.

  • Luz Solar
  • A exposição moderada à luz do sol aumenta a excitação com o parceiro, tanto em homens como mulheres. Aumenta os níveis de vitamina D no organismo, o que favorece a fixação do cálcio nos ossos e dentes, fortificando a estrutura geral do organismo e o desejo.

  • Gengibre
  • A raiz de gengibre pode ser consumida crua ou cozinhada. É um estimulante do sistema circulatório, o que pode ter como consequência o aumento da intensidade com o seu parceiro.

  • Framboesa e Morango
  • A framboesa e o Morango são dois exemplos de alimentos afrodisíacos que podem aumentar sua libido. Não é só por sua cor vermelha ser associada ao amor e paixão, mas também devido a serem ricos ricos em vitamina C e antioxidantes que os fazem alimentos potenciadores.

  • Noz-moscada
  • A noz Moscada é um reconhecido alimento afrodisíaco. Deve ter alguma atenção que doses elevadas de noz-moscada podem ter um efeito alucinógeno.

  • Vinho
  • O Vinho relaxa, diminui as inibições e estimula os sentidos. O consumo de vinho pode ser uma experiência erótica. No entanto, enquanto que em quantidades moderadas o vinho desperta os sentidos, o seu consumo excessivo faz exatamente o efeito contrário.

  • Ostras
  • As ostras têm sido um alimento afrodisíaco desde o tempo da antiga Grécia. As ostras são ricos em zinco que aumenta produção de testosterona em homens e mulheres, potenciando a libido.

  • Pimenta e Malagueta
  • Estes condimentos têm a capacidade de estimular as terminações nervosas e permite a libertação de endorfina, dando uma elevação natural ao corpo.

  • Alho
  • O alho é um alimento vital para os momentos intimos pois favorece a circulação sanguínea em todo o corpo.

  • Manjericão doce
  • O manjericão estimula o desejo e favorece a sensação de bem estar tanto no corpo como mente.

  • Chocolate
  • O chocolate contém um estimulante chamado feniletilamina, que fornece uma sensação de bem estar, excitação e elevação natural de endorfina. Investigadores chegaram à conclusão que o chocolate contém substâncias químicas que afetam os neurotransmissores no cérebro, e ainda uma substância relacionada com a cafeína chamada teobromina, que fornece um aumento de energia.
    Existem mais antioxidantes no chocolate do que no vinho tinto. A combinação dos dois pode ser uma boa opção para o aumento da libido.

  • Abacate
  • Rico em vitamina B6 aumenta a produção de hormônios masculinas. O abacate também contém potássio que auxilia na regularização da glândula tiroide nas mulheres.

  • Espargos
  • Contém vitamina E que estimula as hormônios que contribuem para uma vida no quarto mais saudável.

  • Banana
  • Contém potássio e vitaminas do complexo B que são essenciais para a produção de hormônios.

  • Água
  • O consumo mínimo de água é de 1 litro por dia. Assim que aumentar o consumo de água irá notar um acréscimo de vitalidade, uma melhoria geral na circulação sanguínea e no funcionamento geral do corpo, incluindo mais energia física.

  • Ioga e Meditação e Pilates
  • Por ultimo, temos a meditação, Ioga e Pilates que são práticas milenares conhecidas por fornecer um aumento nos níveis de oxigênio no sangue, maior elasticidade do corpo e contribuir para uma mente mais equilibrada. Muitas mulheres indicam a Ioga, Meditação e Pilates como um fator restabelecedor da harmonização psicológica e física do casal.
    A prática a médio e longo prazo destas atividades proporcionam leveza de espírito, elasticidade no corpo e um melhorado fluxo de energias. Isso irá servir de escudo contra o cansaço e o estresse, contribuindo para melhorar sua libido.
    A pratica de meditação pode ainda ser canalizada para a energia com o seu parceiro para ser mais saudável e compensadora.

Já utilizou algum destes restabelecedores? Como resultou para você?

Remédios Naturais
RemédiosNaturais.info é uma publicação online de autores profissionais de saúde, nutricionistas e técnicos especialistas de diversas áreas de saúde.

Este Artigo Informativo Não Substitui o Aconselhamento Médico. Consulte Sempre Ajuda Profissional de Saúde Nas Suas Decisões