Como Prevenir Câncer Colorretal

O câncer ocorre quando as células em uma determinada área do seu corpo se dividem e se multiplicam muito rapidamente o que provoca um a produção de um pedaço de tecido conhecido como um tumor.

A maioria dos casos de câncer colorretal, câncer de intestino ou câncer do cólon caracterizam-se por começar desenvolvendo aglomerados celulares no revestimento interno do intestino. Estes aglomerados são conhecidos como pólipos, sendo que você pode desenvolver pólipos mas não desenvolver câncer de intestino obrigatoriamente.

Prevalência do Câncer Colorretal Relativamente a Outros Câncer

Segundo as estatísticas do fundo internacional de Investigação mundial do câncer, o câncer colorretal é o terceiro tipo de câncer mais comum e corresponde a cerca de 10% de todos os casos mundiais de câncer.
Quanto à prevalência por sexo, nas mulheres o câncer colorretal só e ultrapassado pelo câncer de mama e nos homens é ultrapassado pelo câncer do pulmão e próstata, por estas ordem.

Principais Causas de Câncer Colorretal

Exatamente o que faz com que o câncer se desenvolva no interior do intestino ainda é desconhecido. No entanto, pesquisas científicas mostram que vários são os fatores podem fazer com que você seja mais ou menos propensos a desenvolver câncer do cólon e outros câncer.

Dieta

Um grande corpo de evidências científicas sugere que uma dieta rica em carne vermelha e carne processada pode aumentar o risco de desenvolvimento de câncer de intestino. Por esta razão, o Ministério da Saúde aconselha as pessoas que comem mais do que 90 gramas (peso cozido) de carne vermelha e processada por dia devem reduzir para 70 gramas, ou menos.

Também existem boas evidências de que uma dieta rica em fibras e pobre em gordura, especialmente a gordura saturada, pode ajudar a reduzir o risco de câncer de intestino. Este tipo de dieta previne o câncer colorretal porque estimula movimentos intestinais regulares.

Lanches açucarados também elevam o risco de câncer colorretal. Uma equipe de pesquisa da Universidade de Edimburgo, na Escócia, encontraram uma associação positiva entre o risco de câncer colorretal e uma dieta rica em açúcar e gorduras. No European Journal of Cancer Prevention, o Dr. Evropi Theodoratou e seus colegas chegaram à conclusão que o consumo de biscoitos, bolos, refrigerantes e sobremesas pode influenciar a probabilidade de câncer do intestino.

Estilo de Vida

  • Inatividade
  • As pessoas mais fisicamente inativas têm um risco maior de vir a desenvolver câncer de intestino. Você pode ajudar a reduzir o risco de qualquer tipo de câncer, inclusive o câncer de intestino, sendo fisicamente ativo todos os dias. O risco pode ser reduzido em até um quinto, se você fizer uma hora de exercício vigoroso todos os dias ou duas horas de exercício moderado regular.

  • Fumar
  • As pessoas que fumam cigarros têm 25% maior propensão de vir a desenvolver câncer de intestino, assim como outros tipos de câncer e doenças cardíacas, do que as pessoas que não fumam.

  • Álcool em excesso
  • Um grande estudo, chamado de estudo EPIC, mostrou que o álcool foi associado com um maior risco de câncer de intestino. Mesmo pequenas quantidades de álcool podem colocar você em maior risco de vir a contrair câncer de intestino. Este estudo concluiu que para cada duas unidades de álcool que uma pessoa possa beber todos os dias, o risco de câncer de intestino aumenta em 8%.

  • Obesidade
  • A obesidade está associada a um risco aumentado de câncer de intestino. Homens obesos têm 50% mais chances de desenvolver câncer de intestino do que as pessoas com um peso saudável. Homens com obesidade mórbida são duas vezes mais propensos a desenvolver câncer de intestino.
    Mulheres obesas têm um risco ligeiramente aumentado de desenvolver a doença, e as mulheres com obesidade mórbida são 50% mais propensos a desenvolver câncer de intestino do que as mulheres com um peso saudável.

Remédios Naturais
RemédiosNaturais.info é uma publicação online de autores profissionais de saúde, nutricionistas e técnicos especialistas de diversas áreas de saúde.

Este Artigo Informativo Não Substitui o Aconselhamento Médico. Consulte Sempre Ajuda Profissional de Saúde Nas Suas Decisões